Textualidades negativas: um novo traço de coesão na poesia modernista brasileira

Rafael Climent-Espino

Resumen


Neste artigo analiso por que a materialidade do texto tem conotações negativas em alguns importantes poemas dos poetas modernistas brasileiros mais canônicos como Mário de Andrade, Manuel Bandeira, Carlos Drummond e Jorge de Lima. Afirmo que esta negatividade deve ser considerada como um novo traço transversal e de coesão na poesia modernista brasileira deixando aberta a posibilidade de que o seja em muitos outros.


Palabras clave


Brazilian Literature; materiality of text; Brazilian Modernism; Mário de Andrade; Manuel Bandeira; Carlos Drummond de Andrade; Jorge de Lima.

Texto completo:

HTML