Madalena e a razão excludente: uma leitura de São Bernardo, de Graciliano Ramos

Alan Oliveira Machado, Ewerton de Freitas Ignacio

Resumen


Este artigo tem por objetivo promover reflexões sobre o comportamento e as atitudes de Madalena, uma das personagens que protagonizam o romance São Bernardo, tendo como eixo norteador as considerações de Boaventura Souza Santos sobre a sociologia das ausências e das emergências (2006). Assim, buscaremos evidenciar o modo pelo qual a heroína resiste à razão excludente que move o comportamento de seu marido, Paulo Honório, desarticulando-a por meio da exposição das inconsistências do discurso justificador dessa razão excludente e fazendo com que ele se depare com a realidade de degradação social e moral à qual submete os seres humanos que vivem sob seu domínio.   


Palabras clave


Literatura brasileira; Graciliano Ramos; personagem de ficção, razão excludente.

Texto completo:

HTML